Apresentadora e Jornalista Bruna Calmon conversa com alunos em live do JotaUva

A jornalista e apresentadora do programa “Reclame” do Multishow Bruna Calmon participou de uma live organizada pelo Jotauva, canal de notícias destinado aos alunos de Jornalismo da Universidade Veiga de Almeida.  Na transmissão, que ocorreu na última quinta-feira (4/6), Bruna falou sobre sua experiência profissional e deu dicas para os alunos que estão ingressando no mercado de trabalho.

A apresentadora começou o bate-papo falando do início de sua trajetória no jornalismo e de sua relação com a TV, mídia que sempre foi sua favorita dentro da profissão. “Desde os tempos da faculdade, eu já sabia que queria trabalhar com televisão. Estudei na Gama Filho e fiz parte da galera que inaugurou a TV da universidade e aprendi muita coisa lá. Na época, computadores eram artigos raríssimos e a faculdade já possuía por haver toda uma vibe tecnológica”, revela.

Depois de formada, Bruna se mudou para São Paulo e conseguiu um emprego na área de telejornalismo, mas devido a imprevistos acabou não durando muito. “Fui morar em São Paulo com meu marido e consegui um emprego na TV SENAC, mas infelizmente ela acabou fechando pouco tempo depois”.  

Como Bruna não queria ficar fora do mercado, acabou aceitando um emprego que não era da área de sua preferência. “Havia chegado a São Paulo há pouco tempo e ainda não estava estabilizada, então não podia ficar escolhendo muito emprego. Fui trabalhar com assessoria, onde permaneci por um pouco mais de um ano”, conta.  A apresentadora e jornalista ainda disse que a experiência em trabalhar com algo totalmente novo foi ótima para a sua formação profissional e recomendou à todos os alunos que fizessem o mesmo.

Estar em frente às câmeras exige desenvoltura e é visto por vários estudantes como uma situação de tensão e nervosismo. Bruna fala que para ela isso nunca foi problema e quando perguntada sobre o assunto deu algumas dicas como: aulas de teatro ou fazer algum curso com foco em TV. Mas para Bruna, a melhor alternativa é a pratica. “Se você tiver problemas como timidez ou nervosismo, o melhor caminho para superar essa dificuldade é sempre estar praticando. Grave vídeos, mesmo que seja apenas para você, fale de frente ao espelho e repita várias vezes”, afirma.

Bruna também fez uma análise de como o jornalismo brasileiro têm sido visto pelos brasileiros nos últimos tempos e acredita que a imagem negativa que parte da população passou a ter da profissão possa estar mudando. “Quando comecei a fazer jornalismo, a profissão era muito respeitada, no entanto, acabamos passando por um processo de desacreditação. Com a pandemia e a ânsia por informações muitas pessoas passaram a dar mais importância para o papel que exercemos”.

No fim da transmissão, a jornalista aproveitou o espaço e falou sobre representatividade. Para ela, é necessário que se tenha, cada vez mais, pessoas diversas na televisão. “A gente fala muito sobre essa palavra (representatividade) e ela até vai perdendo um pouco o poder e a força que tem, porém precisamos continuar falando sobre isso. Todas as pessoas devem se sentir representadas. Hoje, a internet possui esse espaço, mas na televisão essa questão ainda está muito defesada”, finaliza.

Por Breno Silva (Oficina Multimídia em Jornalismo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s