Projetos de incentivo à cultura e passeios guiados por profissionais de turismo, retomam as suas atividades após a flexibilização e a reabertura do Parque Nacional da Tijuca

Oficialmente, o Parque Nacional da Tijuca teve sua reabertura em Julho deste ano, mas a normalização das atividades com maior fluxo de pessoas e acesso à Floresta da Tijuca se deu recentemente, com a volta dos projetos sociais de incentivo à cultura e lazer no Rio de Janeiro, com foco em visitação às trilhas do Parque.

Segundo publicações feitas na página oficial do Parque Nacional no Instagram, realizadas pelos “Amigos do Parque”, a reabertura se deu de forma gradual e com foco nas atividades e práticas ao ar livre, com regras sobre possíveis aglomerações, com base nas determinações do município do Rio. Foi compartilhada uma série de regras e recomendações para se visitar ao parque e a mensagem a ser divulgada de início foi : “Movimente-se, obedeça às regras e não fique parado!”.

Parque Nacional da Tijuca é boa opção para quem deseja estar ao ar livre. Foto: reprodução redes sociais

Alguns projetos sociais se beneficiaram com esse retorno, para retomarem a rotina de promover passeios com acesso ao Parque. Como aconteceu com o projeto “Sou Mais Carioca”, que conta com uma equipe diversa que promove roteiros pela cidade do Rio de Janeiro, incentivando o turismo na cidade para locais e turistas. A guia Aparecida Klebis Jeronymo, de 60 anos, sócia fundadora e colaboradora do “Sou Mais Carioca”, compartilhou como foi esse início de retorno à normalidade dos passeios.

“A nossa reorganização foi muito cuidadosa. Fomos acompanhando as notícias e avaliando as reações do público. Nossa preocupação com a saúde dos nossos guias e clientes está sempre em primeiro lugar. Por isso fizemos várias visitas técnicas antes de organizar qualquer passeio, tomamos a decisão de reunir um número pequeno evitando aglomeração e perigo de contato, optamos também por sugestões de trilhas com a liberação oficial.”

Aparecida Klebis Jeronymo, 60 anos, Guia Turística, Sócia fundadora do Projeto Sou Mais Carioca. Foto: Divulgação


Antes da liberação de acesso ao Parque, os colaboradores do “Sou Mais Carioca”, enfrentaram o desafio de manter o público de suas páginas ainda ativos e interessados nos planos futuros dessa equipe, e para isso, criaram formas de promover a interatividade nas sua publicações. “Nós permanecemos ativos, presentes durante a Pandemia com Tour Virtual (Ebook , Lives) falando sobre o nosso momento e nosso futuro. Na tentativa de manter um relacionamento frequente pelas redes sociais: Facebook, Instagram, Youtube e com o nosso site. Procuramos manter a nossa originalidade, qualidade em promover nossos serviços, declarou Aparecida Jeronymo, guia turística e colaboradora.

Com a flexibilização, toda a equipe se reinventou e apostaram em novas maneiras de dar continuidade à antiga normalidade. Buscando ter como planejamento semanal os roteiros para o fim de semana, respeitando e seguindo as normas prescritas, e regulamentos passados pelos responsáveis pela segurança e bem-estar dos espaços. Mesmo com o desafio de mudar a forma de atuar e retomar o fluxo até então interrompido pela pandemia do Covid-19, o time Sou Mais Carioca conseguiu voltar às atividades.

“União é a palavra que descreve esse momento. Uma mudança de valores, foco, economia criativa e cuidado como personagem principal do Mercado.”, declara Aparecida Jeronymo.

LEIA TAMBÉM: Empresas de turismo da Tijuca sofrem impactos da pandemia
LEIA TAMBÉM: Com muito verde, ar puro, rios e cachoeiras, Floresta da Tijuca tem trilhas para todos os públicos

Por Aimée Farias e Luana Cavalcante (Jornal Online)